Quase 20% dos brasileiros sofreu pelo menos uma tentativa de ataques de phishing em 2020; este tipo de fraude cresceu mais de 120% durante a pandemia.

Recente relatório divulgado pela Kaspersky revelou que o Brasil foi o país que mais sofreu golpes globais de phishing em 2020. O país enfrenta Portugal, França, Tunísia e Guiana França, que completa a lista dos cinco territórios com a maior taxa de roubo de dados. Nesse tipo de fraude, os ladrões roubam informações confidenciais das vítimas usando campanhas falsas ou maliciosas postadas na Internet. De acordo com o relatório, quase 20% dos brasileiros tentaram abrir campanhas ou links de phishing pelo menos uma vez por ano.

Essas informações foram levantadas a partir das tentativas de acesso a páginas falsas ou e-mails falsos, mas foi bloqueado pelo programa antivírus da empresa. Até o momento, o solução antifraude tem mais de 434 milhões de tentativas de acesso a sites fraudulentos  em todo o mundo. Destes, 87 milhões são brasileiros.

Veja uma lista dos golpes de phishing mais populares em 2020:

O que é phishing?

O relatório mostra o Brasil como o país mais afetados em golpes de phishing no mundo, bem acima da média global de 13%.

Dentre as informações mais capturadas pelos criminosos neste tipo de golpe , estão as senhas bancárias, informações cadastrais e dados de cartão de crédito e credenciais de contas online. Os fraudadores se utlilizam de todas as artinhas sociais e estratégias na tentativa de colher essas informações das vítimas. Usam deste informações relacionadas a Covid-19, falsas campanhas sobre o auxílio emergencial ou até mesmo promoções diversas a preços muito mais baixo que o mercado.

Como se proteger de golpes de phishing

Especialistas em soluções antifraudes e recomendam tomar o máximo cuidado ao tentar acessar sites suspeitos e verificar se o site é considerado genuíno e seguro. Nesse caso, verifique os links recebidos por e-mail ou SMS, e se perceber que há erros de ortografia ou a inexistência do cadeado na barra de endereços em seu navegador evite o